Home Política Professores voltam a discutir “Pacote de maldades de Aldifax” em assembleia

Professores voltam a discutir “Pacote de maldades de Aldifax” em assembleia

78
0
SHARE

Trabalhadores na educação da Serra se reúnem contra golpe de Audifax

Professores voltam a discutir “Pacote de maldades de Aldifax” em assembleia

O Sindiupes estiveram na quarta-feira, dia 1º, à noite na sessão da Câmara de Vereadores, quando ouve uma manifestação a favor da indignação da classe indignada com o golpe do prefeito Audifax Barcelos (Rede) e a lei 14 de 2017, chamada pelo funcionalismo publico municipal de “Pacote de maldades de Aldifax”, e convoca a classe para a Assembleia da Serra contra a retirada dos direitos.

A diretoria do Sindiupes emitiu cartazes e uma carta dizendo que: Inicialmente damos as boas vindas a todos os colegas trabalhadores da educação para mais um ano letivo, de muito trabalho e também de lutas;

Lamentavelmente o ano começou com uma série de medidas arbitrárias tomadas, sem diálogo com os trabalhadores, por parte do prefeito Audifax Barcelos (Rede);

O Prefeito, que assumiu Carta Compromisso conosco na época das eleições, assim que tomou posse, da noite para o dia e no meio de nossas férias rasgou o estatuto do magistério e de diversas outras categorias.

A medida foi duramente criticada no congresso da CNTE, que inclusive emitiu uma nota de repúdio assinada e aprovada por milhares de professores de todo Brasil.

E nós, no município da Serra como iremos reagir a este descaso do chefe do executivo?

É nesse sentido, que convocamos uma assembleia para esta sexta-feira, dia 3 de fevereiro de 2017, as 9h30 no Centro de Treinamento de Carapina e às 18 horas na Emef Helio Ferraz.

Quando da votação do projeto na Câmara da Serra, no dia 13 de janeiro, a direção do Sindicato, bem como diversos professores estiveram presentes naquela sessão e falamos com os vereadores para que votassem contra tal medida, entretanto, muitos deles fecharam ouvidos para o clamor dos trabalhadores e aprovaram essa medida arbitrária no regime de urgência.

Por nenhum direito a menos, pelo respeito aos trabalhadores e aqueles tantos que ajudaram a construir o estatuto e plano de carreira do magistério da Serra que conclamamos aos colegas que venhamos a comparecer e a lutar pelos nossos direitos.

O que achou dessa matéria?
[Total: 0 Média: 0]

SHARE

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here