Home Política Mobilização geral contra Pacote de maldades de Audifax

Mobilização geral contra Pacote de maldades de Audifax

152
0
SHARE

Mobilização geral contra Pacote de maldades de Audifax

O Sindicato dos Trabalhadores da Saúde (Sindsaúde) no Estado promete mobilização da categoria contra o “Pacote de maldades” aprovado na Câmara da Serra, a pedido do Prefeito Audifax Barcelos (Rede) em apoio a Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE), que aprovou moção de repúdio contra o prefeito que é acusado de postura antidemocrática.

Foto: Divulgação

Moção de repúdio contra Audifax por projeto de contenção de despesas

Tudo começou na sexta-feira 13, quando Audifax convocou uma sessão extraordinária da Câmara de Vereadores para aprovar medidas que alteram a Lei Orgânica do município com medidas chamadas de “Pacote de maldades de Audifax”. Entre as aliterações está o projeto de lei 14 de 2017, que impossibilita o Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Estado (Sindiupes) de trabalhar na mobilização, organização e formação da categoria dos trabalhadores em educação no município. Para a CNTE, ação mais do que alterar dispositivos da lei, retira ainda garantias e direitos, tais como quinquênio, decênio e progressão para os trabalhadores em educação que ingressarem na rede municipal a partir de janeiro de 2017.

Outras categorias profissionais também se manifestaram contra as medidas aprovadas na sessão extraordinária.

Os médicos, enfermeiros e odontólogos fizeram uma reunião com o objetivo de unir forças contra o projeto de lei, que também reduz o percentual de insalubridade e a gratificação dos profissionais que presta, serviços no município.

Na segunda-feira, dia 23, os médicos que trabalhão no município da Serra, se reúnem em assembleia geral extraordinária para debater a possibilidade de deflagração de greve. Na assembleia vai ser discutida as condições de trabalho, corte nos vencimentos com aprovação do projeto de lei 14 de

2017, deliberação de estratégias para evitar cortes, autorização para ingresso em juízo contra a aprovação do referido projeto de lei e a paralisação das atividades médicas.

O Sindicato dos Trabalhadores da Saúde (Sindsaúde) no Estado deve mobilizar a categoria contra o “Pacote de maldades de Audifax” aprovado na Câmara da Serra.

Para o Sindsaúde, as matérias foram aprovadas sem discussão com a sociedade e com os servidores. A pretexto de economia de despesas foi reduzido o percentual de insalubridade dos servidores da área de saúde e foram feitos cortes de escalas de horas extras.

Com a mudança aprovada pelos vereadores, a insalubridade de 20% para os servidores do município não será mais calculada a partir do salário base como referência, mas sim pelo menor salário da prefeitura, que é de R$ 950.

O que achou dessa matéria?
[Total: 0 Média: 0]

SHARE

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here