Home Mercado Novos negócios e ampliações geram 250 empregos

Novos negócios e ampliações geram 250 empregos

124
0
SHARE
Foto: Sedes

Novos negócios e ampliações geram 250 empregos

O Espírito Santo está atraindo novos negócios e outros estão sendo ampliados, o que promete gerar 250 empregos para os capixabas. A boa notícia foi divulgada, na sexta-feira, dia 27, durante a visita de representantes do Governo do Estado à Indústria Carvalho Cosméticos, ao Centro de Distribuição da Arezzo e às obras do Parque Industrial da Pacific Market International (PMI), em Cariacica.

O vice-governador Cesar Colnago; os secretários estaduais Desenvolvimento, José Eduardo Azevedo, e da Fazenda, Paulo Roberto; e o prefeito de Cariacica Juninho, entre outras autoridades, participaram da visita. “Fico muito feliz em visitar esses empreendimentos porque não há política social mais importante do que o desenvolvimento, que gera emprego e renda. E é graças ao bom ambiente de negócios capixaba, estimulado pelo Governo do Estado, que o Espírito Santo tem conseguido atrair investimentos mesmo em um cenário de crise”, afirmou.

Para o secretário de Estado de Desenvolvimento, José Eduardo Azevedo, a visita de hoje mostra que a estratégia de atrair negócios que movimentem toda a cadeia de logística está no caminho certo e deve render mais frutos. “Com a conclusão das obras da dragagem do Porto de Vitória e do Aeroporto, com o trabalho de desburocratização e de incentivos que estamos fazendo e a nossa infraestrutura logística, acreditamos que mais empresas irão se instalar aqui”, destacou Azevedo, informando que negocia a vinda de cinco novos empreendimentos para o Estado.

Obras

O mais novo negócio a chegar ao Espírito Santo é o Parque Industrial da PMI, que comercializa as marcas Aladdin, Stanley e MiGo, e envolve R$ 8 milhões de investimentos.  As obras de construção do parque, localizado no Centro Logístico Copede, já começaram e o início da operação está prevista para março deste ano. O espaço terá uma área construída de 10 mil m² e mais 4.000 m² de área de manobra. A expectativa da empresa, que participa do programa de incentivos ao desenvolvimento Invest-ES, é criar cerca de 150 empregos.

Hoje, a PMI detém mais de 130 patentes e lança mais de 100 novos produtos por ano. A empresa tem escritórios em Seattle, Bentonville, Xangai, Shenzen, Manila, Amsterdã, Manaus e no Rio de Janeiro, e está construindo um moderno Parque Industrial de 10 mil m² no Espírito Santo, que será o principal centro de fabricação e montagem de produtos a serem distribuídos para todo o Brasil e exterior. O parque Industrial Capixaba irá distribuir cerca de 1 000 000 itens por mês todas as marcas da PMI (Aladdin/Stanley/MiGo) para o Brasil e exterior.

Cosméticos

Já na Carvalho Cosméticos, lançada em maio de 2016, a boa notícia é a expansão das atividades. De acordo com a gerente comercial Hanna Sarte, a chegada de mais clientes e os novos serviços prestados pela empresa devem gerar aproximadamente 100 novas vagas de emprego.

A fábrica, que está enquadrada no Invest-ES, ocupa uma área de sete mil metros quadrados, onde o foco é a prestação de serviços globais nas áreas de terceirização, fabricação, envase e saches para atender os segmentos de cosméticos, higiene pessoal e perfumaria. A empresa, que tem 16 anos de história e sede no Rio de Janeiro, e possui portfólio bastante variado, com produtos fabricados ou nacionalizados, como maquiagem, filtro solar e cremes. A fábrica envolve investimentos na ordem de R$ 13 milhões e tem capacidade de produzir cerca de cinco milhões unidades por mês.

Arezzo

Outro ponto forte da visita foi a ida ao Centro de Distribuição da Arezzo, também localizado no Centro Logístico Codepe. O empreendimento, que funciona desde junho, participa do programa de incentivos ao desenvolvimento do Estado por meio do Compete-ES, envolveu cerca de R$ 3 milhões de investimentos e já gerou cerca de 150 empregos diretos. A empresa do setor de vendas de calçados, bolsas e acessórios femininos do Brasil, possui cinco marcas reconhecidas – Arezzo, Schutz, Anacapri, Alexandre Birman e Fiever – com produtos que se destacam pela qualidade, design, conforto e inovação. No Espírito Santo, ela ocupa uma área de 9.437 m², onde realiza somente a operação logística, com recebimento de produtos, armazenagem e expedição para atender o mercado brasileiro. O local movimenta 11 milhões de calçados e mais 1 milhão de bolsas e acessórios.

O que achou dessa matéria?
[Total: 0 Média: 0]

SHARE

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here