Home Mercado Ibama da licença para construção do Porto Central

Ibama da licença para construção do Porto Central

125
0
SHARE

O projeto do Porto Central, em Presidente Kennedy, no Sul do Espírito Santo foi liberado pelo Ibama – Foto: Divulgação

Porto Central esta liberado para ser construído em Presidente Kennedy

O Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) deu a licença de construção do Porto Central no município de Presidente Kennedy, no Sul do Espírito Santo, por um período de seis anos e foi assinada por Suely Araújo, presidente do Ibama. A noticia foi divulgada pelo governador Paulo Hartung (PMDB), na tarde de quinta-feira, dia 1º, Brasília (DF).

De acordo com discursos esta e a licença que faltava, para a liberação da construção do porto, uma obra que envolve um investimento de mais de R$ 3 bilhões com contratação de 4,7 mil pessoas para a instalação do Porto no Estado com uma licença para um período de seis anos.

O Porto Central, “joint venture” entre o Porto de Roterdã e a TPK Logística, recebeu o documento que fica autorizado o início da construção do porto. “O Estado teve uma grande vitória. Temos trabalhado há alguns anos para que esse projeto caminhe. A licença ambiental é importante porque permite alavanca recursos para o início dessa grande obra. É uma etapa vencida, mas eu sonho com esse projeto construído no Sul do Estado. Nós precisamos ancorar no Sul capixaba, um empreendimento como esse que seja a base de um novo ciclo de geração de emprego e renda na região”, afirmou.

O secretário estadual de Desenvolvimento, José Eduardo Azevedo, comemorou a notícia. “É um passo importante para o projeto e para melhorar a infraestrutura capixaba, que terá no Porto Central uma âncora para ampliar a nossa competitividade e atrair novos negócios.”, destacou.

O Porto Central é um complexo industrial-portuário privado de águas profundas, de classe mundial. Ele será um empreendimento de múltiplo propósito e vai fornecer infraestrutura para instalação de vários terminais portuários, gerando na fase de construção cerca de 4.700 empregos diretos. Os investimentos previstos na primeira fase serão da ordem de R$ 3,5 bilhões.

O projeto inicial do Porto Central que foi apresentado no inicio das intenções para a pareceria para o Governo do Estado do Espírito Santo – Foto: Secom
O que achou dessa matéria?
[Total: 1 Média: 5]
SHARE

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here