Home Mercado Fecomércio vai disponibilizar fundo de R$ 1 milhão

Fecomércio vai disponibilizar fundo de R$ 1 milhão

97
0
SHARE

Fecomércio disponibiliza R$ 1 milhão a empresários afetados no ES

Fecomércio vai disponibilizar fundo de R$ 1 milhão

Vai ser disponibilizado um fundo de R$ 1 milhão aos lojistas que necessitarem fazer reparos emergenciais nos estabelecimentos que sofreram depredação durante a paralisação da Polícia Militar (PM), comunicou a Federação do Comércio e Bens, Serviços e Turismo (Fecomércio) do Estado do Espírito Santo.

Segundo José Lino Sepulcri, presidente da Fecomércio no Estado. “Os casos serão analisados individualmente após a normalização da segurança do Estado e não serão cobrados juros e correções no pagamento do crédito. Os empresários terão até 90 dias para quitar o empréstimo”, relata.

A Fecomércio também irá pleitear, junto ao Governo, empréstimo com juros subsidiados para atender aos lojistas, para reposição de seus estoques.

Com a paralisação da Polícia Militar capixaba e o clima de insegurança das ruas, a estimativa é que o comércio do Espírito Santo tenha prejuízos em torno de R$ 45 milhões por dia, com as lojas fechadas. O número não leva em consideração as ocorrências de depredações e assaltos. O levantamento, realizado pela Fecomércio, considera o PIB do comércio do Espírito Santo, segun do o IBGE em 2014 atualizados pelo IPCA 2016, diário, como o valor máximo que poderia ser perdido pelo comércio em um dia parado e a quantidade de dias úteis perdidos.

Mas o número pode ser ainda maior, já que a sensação de insegurança ainda é grande para o cliente retornar as lojas. Estima-se que o faturamento no mês de fevereiro caia em torno de 30%.

De acordo com as estimativas, foram cerca de 270 lojas saqueadas ou depredadas até o momento só na Grande Vitória e o prejuízo com as depredações e saques gira em torno de R$ 20 milhões para os comerciantes capixabas. “Tem pequenos lojistas que encerrarão as suas atividades, porque o que tinha estava na loja”, enfatiza.

A arrecadação do Estado também poderá despencar, agravando mais a situação que suscitou a greve.

Lojas mais visadas

As lojas mais visadas pelos bandidos são as que comercializam eletrodomésticos, roupas no estilo surf wear e, mais recentemente, os supermercados também passaram a estar entre os mais atingidos.

Em Vitória, pelo menos 160 lojas fora arrombadas, mas o número pode ser muito maior, já que ainda estão sendo contabilizados os prejuízos nos bairros e alguns comércios continuam sofrendo furtos e depredações.

Já em Cariacica, esse número já passa de 100 estabelecimentos depredados, sendo mais de 30 apenas na avenida Expedito Garcia. Ainda não há estimativas para Vila Velha, mas foram mais de dez lojas atingidas só na Glória.

O que achou dessa matéria?
[Total: 0 Média: 0]

SHARE

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here