Home Mercado Ases é homenageada na Ales

Ases é homenageada na Ales

121
0
SHARE
Empresários da Ases homenageados Foto Capa: Tonico Ales

Associação de empresários da Serra é homenageada na Ales

Por Wanderley Araújo

A Assembleia Legislativa realizou, na noite desta quarta-feira, dia 28, sessão solene em comemoração aos 40 anos da Associação dos Empresários da Serra (Ases). Diretores e colaboradores da instituição foram homenageados com certificados. A iniciativa foi do deputado estadual Bruno Lamas (PSB).

O empresário Djalma Neto, presidente da Ases, agradeceu ao parlamento estadual por realizar a cerimônia e fez um discurso no qual explicou que a entidade, constituída em dezembro de 1977 por um grupo de empresários, tem o papel de articular as reivindicações coletivas do setor produtivo serrano e vem contribuindo, ao longo de sua trajetória, para o desenvolvimento da Serra.

Conforme Djalma Neto, após quatro décadas de existência, a Ases se tornou a voz dos segmentos produtivos do município junto aos poderes constituídos e à sociedade na busca de solução de problemas comuns e na estruturação de propostas de desenvolvimento sustentável para a cidade.

Quatro décadas de Ases

O presidente fez um recorte histórico das quatro décadas de atuação da entidade, citando que, na primeira delas (anos 70), a Ases surgiu como interlocutora dos empresários serranos, numa conjuntura marcada pela transição da economia cafeeira para a industrial, época em que houve os primeiros impactos da transformação do perfil econômico do município com o desenvolvimento de grandes projetos.

Já nos anos 80, segundo Neto, a população do município quintuplicou (maior crescimento demográfico do Estado), descortinando o desafio de uma urbanização mais acelerada. No período, a Ases foi interlocutora da área empresarial nas reivindicações para o desenvolvimento municipal.

Nos anos 90, de acordo com o Neto, houve crescimento do setor terciário, gerando ampliação da demanda de infraestrutura. Mas, segundo ele, a Serra se manteve como município que mais cresce na Grande Vitória. A Associação dos Empresários participou de vários conselhos sobre temas diversos que desafiavam o desenvolvimento local.

No decorrer dos anos 2000 grandes empresas se engajaram no conselho operacional da Ases. Parcerias com o poder público potencializaram espaços para novas industrias, provocando o surgimento dos primeiros polos industriais, conforme lembrou o presidente da associação.

Na década de 2010 houve a instituição de uma diversificada agenda municipal, com a colaboração da Ases, que apresentou sugestões e mobilizou forças para concretizar projetos. Houve ainda, no período, promoção de ações para o crescimento das empresas e participação na gestão dos empreendimentos de interesse empresarial, pontuou Neto.

Para o período 2016 a 2021 foi estabelecido um planejamento estratégico, orientado pelos valores, missão e visão, nos quais a Ases inclui abordagem  aos relacionamentos interno e externo, ética e transparência, empreendedorismo, inovação e gestão e responsabilidade socioambiental.

No campo da missão consta contribuir para o desenvolvimento sustentável da Serra e o fortalecimento da competitividade da classe empresarial. Como visão, a Ases pretende, conforme seu presidente, ser reconhecida como entidade protagonista na promoção do desenvolvimento sustentável da Serra, favorecendo a ambiência para negócios.

Vale iniciou fase industrial

O proponente da solene, deputado Bruno Lamas (PSB), citou que a história da Ases tem início da década em que a economia da Serra começou a receber os primeiros investimentos advindos da atividade industrial, com a inauguração da segunda unidade de pelotização da Vale, em 1973.

“Costumo dizer que o nosso município, produtor de abacaxi na década de 60, tornou-se produtor de aço em duas décadas seguintes, com a inauguração da CST no ano de 1983”, disse o deputado.

Bruno Lamas destacou que a Ases teve um papel relevante no processo de industrialização, que foi, segundo ele, responsável por gerar um desenvolvimento sem precedentes na região, e significou um marco definitivo na história da economia capixaba, até então dependente da cafeicultura.

Ações

Bruno Lamas destacou a participação e a influência da associação no planejamento de atividades públicas. Como exemplos, citou a mobilização da entidade na conquista de uma unidade do Corpo de Bombeiros para a Serra; a realização do primeiro planejamento estratégico da cidade; a gestão compartilhada dos polos Civit I e II; o lançamento do Polo Cercado da Pedra; a articulação para a construção do contorno do Mestre Álvaro, dentre outras obras e realizações de importância para o desenvolvimento do município.

Também discursaram na solene as seguintes autoridades: Paulo Meneguelli, (secretário de Desenvolvimento Econômico da Serra); Sergio Gianordoli (subsecretário de Estado de Polos Industriais); e Mayla Venturini (Subsecretária de Turismo da Serra).

Homenageados:

Adão Celia – ex-presidente da Ases

Antônio Geraldo de Lima – incentivador e participante dos movimentos empresariais ligados ao empreendedorismo

Catarina Maria Linhares Baptista – trabalhou na Ases entre 2003 a 2008

Cristal Carvalho de Mello – jornalista, graduada em Comunicação Empresarial, especialista em Gestão da Comunicação; atualmente é empresária e diretora da Cristal Produções

Desil Moreira Henrique – conselheiro e coordenador da Ases

Deusdedith de Azevedo Dias – atual secretário-executivo da Ases

Djalma Neto – presidente da Ases

Edson Reis – dono do maior banco de imagens da Serra, com amplos catálogos nos segmentos de cultura, folclore, meio ambiente e paisagismo, turismo e desenvolvimento urbano

Ernesto Mosaner Júnior – presidente da Ases de 1994 a 1998

Eustáquio Palhares – participou do processo de criação de vários produtos jornalísticos nos principais veículos de comunicação capixabas.

Fernando Antônio Vaz – foi presidente da Ases e da Findes e compôs também o conselho deliberativo do Sebrae/ES

João Luiz Vassalo Reis – presidente da Ases entre 1993 e 1995. Foi diretor da Casa da Moeda do Brasil

Leonardo de Castro – atual presidente da Findes. Foi presidente da Ases e do Sindicato da Indústria de Material Plástico do Espírito Santo. Exerce a função de conselheiro do Estado na Confederação Nacional da Indústria (CNI)

Marinete Antunes dos Reis Silva – secretária-administrativa da Ases desde 1995

Osmar Peixoto Filho – presidente da Ases no período 1988-1992

Remegildo Gava Milanez – presidente da Ases em 2017

Rosalvo Marcos Trazzi – secretário-executivo da Ases no período entre 2006 a 2009

Sandro Madureira Lobato – presidente da Ases no biênio 2011/2013

Sérgo Rogério de Castro – fundador e presidente da Ases no período de 1978 a 1982. Atual suplente de senador

Wilson Zon Filho – presidente da Ases entre 1998 a 2004

O que achou dessa matéria?
[Total: 1 Média: 5]
SHARE

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here