Home Lazer Capixaba é campeão mirim no Brasileiro de Optimist em Vitória

Capixaba é campeão mirim no Brasileiro de Optimist em Vitória

90
0
SHARE

O velejador capixaba Miguel Moura Machado foi o campeão na categoria mirim do 45º Campeonato Brasileiro de Optimist, realizado no Iate Clube em Vitória. O torneio encerrado no dia 14, contou com a participação de 160 atletas, vindos de diversos lugares do País.
Miguel, que não estava indo bem no início das disputas, se emocionou ao lembrar que conseguiu uma reviravolta nos últimos três dias de competição. “É uma sensação muito boa ganhar em casa, em Vitória. No início achava que seria fácil, depois o campeonato foi nivelando e eu estava muitos pontos atrás do primeiro da minha categoria. Consegui tirar essa diferença em três dias e ganhei. Foi muito difícil competir com atletas do Brasil inteiro, todos com níveis altos. Eu esperava que fosse conseguir uma colocação boa, mas ao longo do campeonato fui perdendo as esperanças, até que continuei lutando e consegui reverter à situação”, comemorou Miguel.
O paulista Nicolas Bernal, de 14 anos, venceu na categoria principal, a juvenil. Nicolas vai disputar junto com os outros 14 melhores colocados o Campeonato Sul-Americano, no Paraguai, no próximo mês de março. O segundo e terceiros lugares ficaram com os baianos Bernardo Pereira e Lucas Urmenyi, respectivamente. Entre os capixabas João Manoel Ammar foi o melhor colocado, ficando na 58ª posição. A campeã juvenil feminina foi a pernambucana Letícia Lira. Na disputa por equipes, os campeões foram os cariocas.
Segundo Bernal, o torneio foi de alto nível e muito difícil devido à intensidade dos ventos na capital capixaba. “Eu entrei sendo considerado um dos favoritos para ganhar, e isso acabou me prejudicando, pois senti muita pressão. Então, nos primeiros dias não comecei bem. Depois fui me tranquilizando e quando dei conta consegui vencer. Fiquei muito animado quando soube que o Brasileiro seria em Vitória, pois gosto de velejar com ventos fortes e aqui pude comprovar como os ventos são intensos”, revelou Bernal.
De acordo com o diretor adjunto de Vela do Ices, José Eduardo Grandi Ribeiro, as regatas do Brasileiro de Optimist foram de excelente nível técnico. “A disputa foi muito acirrada, tanto que até o último dia, dez atletas tinham chances reais de serem campeões. Os ventos predominaram de nordeste, entre 20 e 35 nós, com rajadas chegando a 30 nós. O que fez jus a cidade de Vitória, conhecida mundialmente pelos velejadores como Vitória”, contou Ribeiro.

O que achou dessa matéria?
[Total: 0 Média: 0]

SHARE

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here