Home Estado Serviço do Prodest permite acessar e compartilhar arquivos pela internet 

Serviço do Prodest permite acessar e compartilhar arquivos pela internet 

30
0
SHARE

Fachada do Instituto de Tecnologia da Informação e Comunicação do Estado do Espírito Santo (Prodest) – Foto: ProdestPor Eric Lopes Menequini

Os funcionários públicos estaduais já podem armazenar arquivos e acessá-los de forma remota em qualquer lugar com acesso à internet. Essa ação é possível graças ao Drive.ES – ferramenta que disponibiliza e compartilha documentos online.

Esse serviço foi disponibilizado pelo Instituto de Tecnologia da Informação e Comunicação do Estado do Espírito Santo (Prodest) e utiliza equipamentos do Data Center (central de dados governamentais), que fica na sede da autarquia, em Vitória.

O Drive.ES é baseado no conceito de computação em nuvem – responsável pelo amplo acesso a conteúdos disponíveis na rede mundial de computadores. Por meio de desktops ou de dispositivos móveis, os usuários podem aproveitar os recursos da ferramenta.

Os órgãos estaduais que possuem contas de autenticação de usuário (DC-GOV) podem acessar o serviço. Para o uso da ferramenta nas repartições do Poder Executivo Estadual, o gestor de TI deve encaminhar ao Prodest uma Solicitação de Atendimento (SA) pelo e-mail [email protected] A autarquia oferece o suporte necessário para os clientes usarem Drive.ES de maneira simples e rápida.

O serviço está sendo utilizado em vários órgãos, como o Prodest, o Instituto Estadual de Meio Ambiente (Iema), o Instituto de Obras Públicas do Estado do Espírito Santo (Iopes) e as secretarias de Estado de Controle e Transparência (Secont), de Gestão e Recursos Humanos (Seger) e de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Seama).

Na avaliação do presidente do Prodest, Paulo Henrique Rabelo Coutinho, o Drive.ES é mais um exemplo de que a autarquia pode contribuir para a modernização da administração pública. “Com certeza, a tecnologia da informação é uma fundamental para agilizar processos e aumentar a eficiência do setor público”, afirmou.

O que achou dessa matéria?
[Total: 0 Média: 0]
SHARE

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here