Home Estado Saúde nas trevas no Bezerra de Faria em VV

Saúde nas trevas no Bezerra de Faria em VV

125
0
SHARE
Gerador não funciona e pacientes do Hospital Bezerra de Faria, em Vila Velha, 
correm risco de vida durante apagão de energia – Foto:  Reprodução

Sindsaúde denuncia apagão no Hospital Bezerra de Faria

Um apagão elétrico de 26 minutos no Hospital Antônio Bezerra de Faria, em Vila Velha, na noite de terça-feira, dia 23, colocou em risco a vida dos pacientes do Centro de Terapia Intensiva (CTI), Centro Cirúrgico e Salas de Emergências. Apesar da falta de energia não ser de responsabilidade do hospital, o Sindsaúde considera absurdo o fato do gerador de energia não ter funcionado. Uma funcionária filmou a ocorrência.

A mesma situação foi vivida por servidores e pacientes do Bezerra há seis meses. Na época, o Sindsaúde procurou os trabalhadores do setor de manutenção e foi informado que o gerador estava com uma peça quebrada e a direção do hospital já estava ciente. O custo de conserto era de apenas R$ 100 reais.

Segundo o relato do diretor Valdecir Nascimento, na noite de terça-feira, 23, o prédio esteve completamente apagado e alguns equipamentos pararam de funcionar. O fato causou transtorno e pânico nos servidores e familiares que estavam nos corredores e locais de trabalho. Com a repetição da situação, o diretor acredita que a peça não foi trocada.

“Um fato gravíssimo! Só não ocorreu uma tragédia porque no momento não havia nenhum procedimento cirúrgico. No CTI e nas salas de emergência, os equipamentos respiradores têm bateria própria de durabilidade não comprovada, mas que felizmente funcionou”, declarou Nascimento, que questionou: “até quando a sociedade e os pacientes que procuram atendimento ficarão correndo este tipo de risco? Isso representa uma grande falha dos órgãos públicos. Uma temeridade!”.

Descasos recorrentes

Na semana passada, a mídia divulgou amplamente a superlotação do hospital Antônio Bezerra de Faria. As salas de emergência, com capacidade para seis pacientes estavam com 15. Ocasionando sobrecarga no sistema de oxigênio e colocando em risco a vida dos usuários.

Diante dos graves acontecimentos, o Sindsaúde está encaminhando uma denúncia para a Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), Secretaria de Gestão e Recursos Humanos (Seger), Ministério Público Estadual (MP-ES), chefia de gabinete do Governador, presidente do Tribunal de Justiça, presidente da Assembleia Legislativa e presidente da Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa.

Gerador não funciona e pacientes do Hospital Bezerra de Faria, em Vila Velha, correm risco de vida durante apagão de energia – Foto: Reprodução

A direção do Hospital Estadual Antonio Bezerra de Faria informou que realmente houve um pico de energia na quarta-feira. Segundo eles, como o gerador não foi acionado automaticamente, um funcionário o acionou de forma manual. “Imediatamente a empresa foi acionada e, junto com a Sesa, está apurando o motivo do não acionamento automático do gerador. Todos os pacientes foram monitorados pelas equipes médicas e de enfermagem. Todos os equipamentos de ventilação mecânica possuem carga suficiente para uma hora de funcionamento quando há queda de energia”, disse.

A direção do Hospital informa ainda que a Unidade é referência em urgência e emergência e por funcionar 24 horas por dia, deve absorver todos os atendimentos. Após o primeiro atendimento, há solicitação de transferência para outras unidades, de acordo com o perfil clínico de cada paciente. Essas transferências acontecem durante todo o dia, assim como acontece a entrada de novos pacientes nos Hospitais.

Ainda de acordo com a direção, o hospital atende, em média, 200 pacientes por dia. A Secretaria de Estado da Saúde acrescenta que houve aumento da procura dos cerca de 35 mil usuários que deixaram os planos de saúde pelos serviços no SUS e vem trabalhando junto com os municípios formas de organizar o fluxo de urgência e emergência. Para atender a demanda, já foram abertos 262 leitos e serão abertos 220 novos leitos até 2018 e estão em andamento as obras do Hospital Estadual Geral de Cariacica, que contará com 400 leitos.

O que achou dessa matéria?
[Total: 0 Média: 0]
SHARE

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here