Home Estado Intercâmbio Sedu beneficia serranos entre 100 capixabas

Intercâmbio Sedu beneficia serranos entre 100 capixabas

127
0
SHARE

Estudantes são selecionados e embarcam para aprimorar os idiomas

 

Foto: Leonardo Duarte

Canadá, Estados Unidos, Inglaterra e Chile. Esses são os países onde os 100 estudantes selecionados pelo Programa Intercâmbio Sedu 2016 vão aprimorar o conhecimento na Língua Inglesa ou Espanhola. A cerimônia de anúncio do resultado dos selecionados foi realizada na tarde de terça-feira, dia 17, no Palácio Anchieta.

As atividades começaram com cursos de inglês em seis unidades no Estado, uma no município da Serra, Cariacica Vitória, Vila Velha, Cachoeiro de Itapemirim e Colatina – e depois foi iniciada a oferta de curso de espanhol nas unidades da Grande Vitória. Atualmente, os CEIs atendem 4.260 estudantes do ensino médio da rede pública estadual de ensino.

Na solenidade, os alunos do CEI Music Club fizeram uma apresentação musical, coordenada pelo professor Iago Monteiro. O grupo faz parte das atividades desenvolvidas nos Centros Estaduais de Idiomas, com o objetivo de estimular as habilidades linguísticas.

“Começamos o programa com seis jovens contemplados em 2010 e agora já são 100 estudantes que vão embarcar e aproveitar essa oportunidade. Era uma necessidade aumentar as vagas e oportunizar essa chance aos nossos alunos. O mundo hoje é global e o Espírito Santo é um estado internacionalizado. Durante as outras edições não havíamos conseguido expandir para os estudantes do interior do Estado, mas dessa vez, dos 100, muitos que são do interior, que podem arrumar as malas e abraçar essa oportunidade única. Espero que aproveitem com sabedoria, vivenciando outra cultura e aprendendo cada vez mais”, destacou o secretário de Estado da Educação, Haroldo Rocha.

Os 100 estudantes dos polos do ‘Centro Estadual de Idiomas’ e da ‘Parceria com Conselho Britânico’ vão aproveitar essa oportunidade de realizar os estudos em outro país vivenciando outra cultura, a fim de expandir sua visão de mundo e desenvolver a fluência na língua inglesa ou língua espanhola, aperfeiçoando as habilidades de compreensão e produção oral e escrita por meio da exposição direta à língua.

A estudante Jussara de Azevedo Pereira deu um depoimento emocionante contando sobre a sua experiência como intercambistas no ano passado. “Estava disposta a me esforçar para conseguir a bolsa. Estudei e me dediquei muito para conquistar essa oportunidade. O intercâmbio te muda para melhor. Voltei cheia de histórias e com muito mais aprendizado. Fui para os Estados Unidos e foi uma experiência única, que me fez ver o mundo com outros olhos. Quero conhecer mais pessoas e buscar mais oportunidades como essa ao longo da minha vida. Agora parto novamente para lá, pois a escola na qual estudei me ofereceu uma bolsa, devido ao meu desempenho. Confesso que me dediquei totalmente o tempo que estive lá e por isso conquistei mais uma bolsa. Mas nada disso seria possível se não tivesse a primeira oportunidade aqui no Espírito Santo, na escola que estudo”, comemorou.

As 100 vagas de intercâmbio foram distribuídas da seguinte forma: 30 bolsas na modalidade High School para estudantes com idade entre 15 e 16 anos, 62 bolsas na modalidade Curso Intensivo de Inglês para estudantes maiores de 17 anos matriculados no curso de inglês e oito bolsas na modalidade Curso Intensivo de Espanhol para estudantes maiores de 16 anos matriculados no curso de espanhol.

Na modalidade High School, os estudantes selecionados serão contemplados com estudos acadêmicos em escola de ensino médio do país de destino, no período aproximado de cinco meses, referentes a um semestre acadêmico completo conforme o calendário da escola; residência em casa de família estrangeira, devidamente cadastrada no programa de intercâmbio da agência contratada, incluindo duas refeições diárias; seguro saúde; vistos consulares; ajuda de custo; emissão de passaporte e passagens aéreas.

Já na modalidade Curso Intensivo, eles serão contemplados com estudos de aprofundamento na língua, em instituição especializada no ensino de línguas, no período aproximado de três meses; residência em casa da família estrangeira, devidamente cadastrada no programa de intercâmbio da agência contratada, incluindo duas refeições diárias; seguro saúde; vistos consulares; ajuda de custo; emissão de passaporte; passagens aéreas e vale transporte para locomoção no período do curso.

Para o estudante Mateus Rochi Zanelato, de Afonso Cláudio, que foi um dos selecionados e vai embarcar para a Inglaterra, dedicação, estudar bastante e ficar tranquilo ao longo das etapas foi o segredo para essa conquista. “Foi uma felicidade enorme quando chamaram meu nome. Seria muito difícil fazer uma viagem dessa e participar do intercâmbio se não fosse essa oportunidade. Quero aproveitar muito, conhecer uma nova cultura e aprimorar o inglês, pois sei que essa chance vai me abrir muitas portas”.

A estudante Yasmim Barcellos Madeira Rosa, do CEI Vitória, que também foi selecionada, vai para o Canadá. “Foi bem difícil a disputa, mas valeu a pena. A emoção de ver seu nome ser anunciado foi muito grande. Só vai cair a ficha quando eu tiver no aeroporto. Quero ver neve! Estou ansiosa pela escola, tenho certeza que vai ser incrível e vai ser um aprendizado para a vida toda!, disse.

Mas para participar do programa, os estudantes selecionados também possuem algumas tarefas a desenvolver: devem representar com responsabilidade os estudantes das escolas públicas estaduais do Espírito Santo no exterior; compartilhar com os demais estudantes do CEI os aprendizados, as experiências e os conhecimentos vivenciados; desenvolver um projeto com temática relacionada à cidadania, diferenças e similaridades socioculturais, meio ambiente, inovação, globalização, empreendedorismo com responsabilidade social, ou outros temas relevantes acordados com suas escolas, com vistas a compartilhar e difundir aspectos da experiência vivenciada com a comunidade escolar.

Processo seletivo

O processo seletivo foi constituído em quatro etapas distintas e de caráter eliminatório. Na primeira etapa, foi divulgada a listagem dos estudantes aptos para concorrem a uma vaga, pois para participar da seleção os alunos precisam ter alcançado o rendimento mínimo de 95% no desempenho acadêmico. Nessa edição, 1.540 estudantes tiveram excelente frequência e desempenho acadêmico e continuaram na disputa.

A partir da lista, as inscrições foram abertas. Após as inscrições, a segunda etapa foi uma prova escrita constituída em três partes: prova de múltipla escolha em Língua Inglesa ou Espanhola; produção de texto em Língua Inglesa ou Espanhola e produção de texto em Língua Portuguesa.

A terceira etapa foi uma reunião informativa para a assinatura do termo de compromisso e autorização, pelos pais ou responsáveis e estudante, assumindo o compromisso de participar do programa. Já a quarta e última etapa foi a carta de recomendação e entrevista oral com os estudantes, com o objetivo de avaliar a capacidade de expressão na língua estrangeira sobre temas do cotidiano do estudante, conforme o curso frequentado.

O resultado final do processo seletivo, realizado nesta tarde, considerou a somatória da segunda e quarta etapa e a avaliação do perfil do estudante. Foram contemplados com as bolsas de estudos os alunos que, no seu município, tiverem a melhor classificação, de acordo com o número de bolsas disponíveis e categorias determinadas pelo edital.

Programa de Intercâmbio

O Programa de Intercâmbio é uma ação realizada desde 2010, que tem como objetivo possibilitar aos estudantes do Centro Estadual de Idiomas (CEI), que possuem bons resultados no curso, a oportunidade de concorrer a vagas de intercâmbio no exterior e aprimorar o idioma. Desde o início, 173 estudantes já participaram do programa.

A maioria dos estudantes que participou do Programa de Intercâmbio já ingressou no ensino superior, outros estão trabalhando como professores e coordenadores de inglês em cursos particulares e atuando como intérpretes em feiras internacionais, em agências de intercâmbio, no aeroporto, entre outras atividades nas quais o inglês e ou espanhol foi imprescindível para ingresso.

Centro Estadual de Idiomas

O Governo do Espírito Santo criou o Centro Estadual de Idiomas (CEI), em 2009, para a oferta de língua estrangeira aos estudantes do ensino médio da rede pública estadual com boas notas e frequência escolar. O objetivo é propiciar a oportunidade de aprendizagem do idioma para uso nas diversas situações em que seu conhecimento é necessário.

Parceria com o Conselho Britânico

No curso de inglês do Programa de Aprofundamento de Estudos em Línguas Estrangeiras, da Secretaria de Estado da Educação (Sedu) em parceria com o Conselho Britânico, os estudantes fazem o curso no contraturno de estudo ou aos sábados. A bolsa compreende o curso de Língua Estrangeira Learn English Pathways (LEP), que será desenvolvido na modalidade semipresencial. As aulas serão dadas por professores/tutores contratados pela Sedu.

Em 2015, a Sedu ofertou 1.600 vagas para estudantes de 31 municípios capixabas, em 33 escolas polo. O curso de inglês tem duração de dois anos e é ofertado em escolas polo da rede estadual, propiciando aos estudantes o desenvolvimento da língua inglesa por meio de aulas interativas e atividades online variadas com foco na comunicação. Os alunos participam de módulos semestrais com 40 horas de atividades online e 32 horas presenciais cada.

O que achou dessa matéria?
[Total: 0 Média: 0]

SHARE

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here