Home Estado Hartung diz que movimento de PM’s é chantagem

Hartung diz que movimento de PM’s é chantagem

96
0
SHARE

Foto: SecomES

Movimento de PM’s é chantagem

 

Coletiva do Governo do Estado pede a manifestantes por fim à greve

Hartung diz que movimento de PM’s é chantagem

O governador licenciado Paulo Hartung (PMDB) deu uma entrevista coletiva para a imprensa nesta quarta-feira, dia 8 de fevereiro de 2017, e disse que o movimento de PM’s (policiais militares) e familiares é chantagem.

No inicio da coletiva Hartung falou que não iria se pronunciar, afirmando que o governador em exercício Cesar Colnago daria uma declaração para os jornalistas.

O governador licenciado e o governador em exercicio César Colnago junto com o secretário de segurança pública do Estado do Espírito Santo André Garcia estavam na mesa de entrevista e falaram sobre o caos na segurança pública capixaba.

O governador licenciado Paulo Hartung não se conteve, e afirmou que a movimentação dos familiares dos polícias é uma chantagem, e disse também que o reajuste nos salários dos militares geraria um impacto de meio bilhão nas contas públicas do Estado.

“Em relação a essa crise, o caminho é errado, pois rasga a constituição do nosso país. O que está acontecendo é uma chantagem. É sequestrar o direito e liberdade do povo capixaba e cobrar resgate. Não podemos ir contra a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), precisamos de muita firmeza e coesão. Quero olhar no olho dos policiais e pedir que respeitem nossa instituição e o cidadão capixaba” destacou.

“Quem está mantendo o salário dos servidores em dia é o povo capixaba. Nós somos passageiros (governo do Estado), mas, a instituição o (Estado) fica, e fica o mais importante, que é quem paga a conta, o povo capixaba”, informou.

“Vamos voltar ao trabalho, esse movimento é ilegal e inconstitucional. É uma chantagem, a ética e a LFR não permite pagar os reajustes. Eu encontrei o Estado, no sinal de alerta. Essa crise vai passar, a economia vai voltar a crescer, e nós vamos voltar a poder fazer muitas coisas que não podemos fazer hoje”, reiterou.

“É fácil colocar tudo na conta do governo, mas, é certo neste momento de crise aumentar impostos, para fazer reajustes salariais? Temos de reformar esse país, não podemos sucumbir as chantagens corporativas. Fechamos 2016 com sacrifício, e eu lhes pergunto, onde arranjar meio bilhão de reais para aumentar a folha salarial dos polícias?”, concluiu.

Já o governador interino Cesar Colnago questionado pelos jornalistas sobre a possibilidade do Estado atender as reivindicações dos policiais, disse que não há previsão. “O Governo está no limite da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) e por tanto não tem previsão de reajuste”.

Questionado também sobre a possibilidade da saída do Secretário André Garcia, Colnago reforçou a posição de André Garcia no governo, afirmando-o no posto.

O que achou dessa matéria?
[Total: 0 Média: 0]

SHARE

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here